Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

2/06: Festa da República Italiana

 

2/06: Festa da República Italiana

Mensagem do Embaixador Francesco Azzarello

Estou particularmente feliz por dirigir minha saudação a todos vocês, por ocasião da Festa de 2 de junho, data em que comemoramos, hoje, o 74º aniversário do nascimento da República Italiana. Uma República fundada nos valores da liberdade, da democracia, da paz, da justiça e da igualdade, que ainda hoje são a base da coesão de nossa sociedade e os pilares da ação multilateral da Itália na comunidade internacional. Valores que sempre inspiraram as relações entre Itália e Brasil, dois países unidos por um vínculo profundo, amigos fraternos inextricavelmente ligados por antepassados comuns.

Este ano, tais importantes celebrações caem em um momento particularmente complexo, devido à pandemia que envolve todos nós e que nos impede de celebrar como gostaríamos. Portanto, esta data, hoje mais do que nunca, torna-se ocasião para lembrar a esperança, a solidariedade e o dinamismo que, 74 anos atrás, guiaram os italianos na reconstrução de nosso País. São valores sempre atuais que, hoje como ontem, devem nos servir de guia na superação desse momento difícil.

Felicidades pela Festa da República Italiana!

 

Hino da Itália pela Orquestra e o Coral da Academia Chigiana de Siena

Para escutar a execução exclusiva do Hino nacional pela Orquestra e o Coral da Academia Chigiana de Siena com grandes personalidades da música clássica internacional, clique AQUI.

 

Concerto “A porte chiuse”

No dia 1/06/2020, às 18:45 (hora italiana), por ocasião da Festa Nacional da República Italiana, aconteceu, nos Jardins do Quirinale, com a presença do Presidente da República Sergio Mattarella, o “Concerto dedicado às vítimas do coronavirus”, transmitido ao vivo pelo Rai1 e pela Radio3 Rai e em streaming no site www.quirinale.it.

O concerto, executado pela Orquestra do Teatro da Ópera de Roma, dirigido pelo Maestro Daniele Gatti, inclui músicas de Mozart, Pärt, Vivaldi, Puccini, Webern e Bach e aconteceu sem a presença do público. O Presidente Mattarella pronunciou uma mensagem dirigida aos telespectadores.


1553