Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

"Ancestrale" de Goliarda Sapienza - Aula aberta e leitura de poemas com Valentina Cantori

Data:

23/10/am


O Instituto Italiano de Cultura de São Paulo, em parceria com a Editora Âyiné, A Capivara Cultural e Puntob, promove o lançamento do livro Ancestral, da escritora italiana Goliarda Sapienza.

O evento online ocorrerá em 23 de outubro, a partir das 19h, e será uma aula aberta com Valentina Cantori, tradutora do livro. A transmissão será realizada pelo Zoom d’A Capivara e pelo Facebook da editora Âyiné.

Sobre o livro e a autora:

Goliarda Sapienza, escritora italiana, é publicada pela primeira vez no Brasil. Seu livro Ancestral, única incursão na poesia, será lançado pela Editora Âyiné em edição bilíngue, com tradução de Valentina Cantori, que assina também a apresentação, e é a primeira edição fora de seu país de origem.

Escrito na década de 1950, o livro foi lançado na Itália apenas em 2013. Pouco conhecida até mesmo em seu país, Sapienza não viu seus livros serem publicados devidamente – o reconhecimento de sua obra veio só depois de sua morte em 1996, quando seus livros foram descobertos por um editor francês. Mulher versátil e curiosa, profundamente envolvida na arte, como também nas questões
políticas e sociais, Sapienza sempre buscou, em sua escrita, um contato direto com a realidade, alimentada pelo desejo da descoberta, do conhecimento feito de erros e de experiência.

A morte da mãe foi o gatilho para Sapienza escrever Ancestral. Seus poemas percorrem um passado individual cronologicamente datado — o da autora —, que remete à memória da infância, aos afetos, à paisagem da Sicília, mas, ao mesmo tempo, é o registro de uma atemporalidade coletiva: Sapienza mergulha nas profundezas do verso, escancarando pulsões e conflitos, e se entrega à percepção, sem julgá-la.

“Em Ancestral, Goliarda busca o conhecimento — e o ato de reconhecer — imergindo no passado, um pélago escuro onde não se sabe o que se vai encontrar. A memória é experiência sedimentada, e da mesma forma que se consolida precisa ser descoberta: aos poucos, em camadas”, escreve Valentina Cantori na apresentação do livro.

Nascida nos anos 1920 em uma família socialista da Sicilia, Sapienza se dedicou desde cedo à arte — no começo como atriz de teatro e cinema, e mais tarde como escritora. Sua mãe, Maria Giudice, foi uma figura importante para o socialismo italiano e seu pai, Giuseppe Sapienza, era advogado ativo na luta política.

Nos anos 1960 a escritora foi internada em um hospital psiquiátrico após tentar suicídio duas vezes. Sua recuperação, lenta e difícil, acontece em parte por meio da psicanálise, mas também através da escrita. Sapienza escreveu cerca de onze livros ao longo da vida.

Foi na década de 1970 que escreveu L’arte della gioia, romance considerado sua obra-prima pela originalidade e ousadia; o livro foi
publicado integralmente em 1998, cerca de vinte anos após sua conclusão.
Traduzido para outras línguas, entre as quais alemão, inglês, francês e espanhol, se tornou reconhecido na Itália só depois de se revelar sensação editorial em outros países europeus. L’arte della gioia também será publicado pela Âyiné (lançamento previsto para
2021).

Valentina Cantori é formada em Literatura Italiana e Linguística pela Universidade de Roma La Sapienza, possui doutorado em Filologia e Linguística românica pela Universidade Hebraica de Jerusalém e pela Universidade de Macerata. Atualmente leciona língua e literatura italianas em São Paulo.

Informações

Data: Sex. 23 Out. 2020

Horário: às 19:00

Entrada : franca


Local:

Ao vivo ZOOM: http://bit.ly/goliarda - FACEBOOK: /EditoraAyine

1583